Página

Franz Ackermann

Neumarkt St. Veit, Alemanha, 1963


Download

CV

Bibliografia


Usando uma paleta de tons fluorescentes, Franz Ackermann pinta a partir de mapas de rua, fachadas e paisagens de suas peregrinações pelo globo com elementos abstratos que desestabilizam o olhar e imprime velocidade vertiginosa às obras. Pinturas e desenhos extrapolam os suportes tradicionais, incorporando fotografias, objetos e estruturas de madeira e aço. Em amplos painéis de colorido vibrante, Ackermann parece incorporar a escala dos anúncios publicitários e da comunicação de massas.


Algumas de suas exposições individuais recentes são
Our Houses, Galerie Templon, Bruxelas, Bélgica (2019); Die Aufwertunug der Lage, Meyer Riegger, Berlin, Alemanha (2018); Come On, Dirimart, Istanbul, Turquia (2017); Mental Maps, Kunsthalle Karlsruhe, Karlsruhe, Alemanha (2014); Franz Ackermann: Hills and Doubts, Berlinische Gallerie, Berlin, Alemanha (2013) Participou também das coletivas Germany Is Not an Island: Acquisitions 2012 – 2016, Bundeskunsthalle, Bonn, Alemanha (2018) e Memory Palace, White Cube, Londres, UK (2018).


Ackermann tem trabalhos em importantes coleções públicas, tais como Broad Contemporary Art Museum, Santa Monica, Estados Unidos; Daimler Contemporary, Berlin, Alemanha; Elipse Foundation, Alcoitão, Portugal; FRAC Champagne-Ardenne, Reims, França; Galerie fur Zeitgenössische Kunst; Leipzig, Alemanha; Instituto Inhotim, Brumadinho, Brasil; Kunstmuseum Wolfsburg, Wolfsburg, Alemanha; Museo d’Arte Contemporaneo Castello di Rivoli, Turim, Itália; Saint Louis Art Museum, Saint Louis, Estados Unidos; Sammlung Boros, Berlin, Alemanha e Städtische Galerie im Lenbachhaus & Kunstbau, Munique, Alemanha.