Gokula Stoffel_a noite e o dia_3

Gokula Stoffel

Porto Alegre, Brasil, 1988
Vive e trabalha em São Paulo


Download

CV

As pinturas de Stoffel incorporam técnicas e materiais tradicionais, mas também empregam suportes variados do cotidiano – tecidos, vidro, lã, folhas de alumínio, entre outros tantos – na criação de superfícies translúcidas e reflexivas que capturam um fluxo contínuo de imagens de naturezas distintas: retratos, paisagens, recortes e texturas abstratas. A presença humana é visível nas formas delineadas do corpo, nos fios de cabelo, nas tramas têxteis e nas garatujas que ocupam partes significativas das composições.

Em meio à saturação de imagens e de informações na qual vivemos, a artista nos convida a uma pausa, oferecendo perguntas mais do que respostas. De um lado, o gesto pictórico e as questões cromáticas são evocados em temas clássicos da pintura. De outro, fios, perucas, camisetas, bitucas e afins abdicam do status de imagem ao serem fixados diretamente à tela. Essa tridimensionalidade irrefutável estabelece uma tensão permanente entre imagem e objeto em sua obra.

Gokula Stoffel (Porto Alegre, 1988) vive e trabalha em São Paulo. Entre suas principais exposições individuais estão: Para-Sol, Pivô (São Paulo, 2018); Alvorada de Vênus, Auroras (São Paulo, 2018); e Madona Ansiosa, Fortes D’Aloia & Gabriel | Galpão (São Paulo, 2017). A artista participou de diversas mostras coletivas, incluindo: Nightfall, curadoria de Fernanda Brenner, Milovan Farronato e Erika Verzutti, na Mendes Wood DM (Bruxelas, Bélgica, 2018); e Abre Alas #12, curadoria de Adriana Varejão, Paula Borghi e André Sheik, em A Gentil Carioca (Rio de Janeiro, 2016).