Cristiano Lenhardt

Litomorfose

3 Set – 18 Out 2014


Abertura

2 Set, 16h–21h


Galpão Fortes Vilaça


Download

Press Release

Cristiano Lenhardt trabalha com vídeos, fotografias, gravuras, esculturas e performances. Em todas essas práticas o artista revela uma atenção especial a novas formas de ativar as superfícies dos materiais que utiliza, seja através do uso de padronagens, de dobras ou de luz.

Litomorfose é uma série de três fotografias em que o artista aparece vestido com trajes escultóricos de papel. Xerocados a partir de cortes de rochas de um livro de arqueologia, esses papéis cobrem também o fundo da fotografia provocando um duplo efeito de camuflar os trajes e revelar partes digitalmente distorcidas do corpo.

Em Radiadores, seis radiadores de carro usados com molduras metálicas são pendurados na parede como pinturas. O padrão geométrico original é corrompido pelos arranhões e marcas de uso destes objetos, ao passo que o vidro das molduras lhes confere brilho e reflexo, sublinhando sua qualidade abstrata.

A investigação desdobra-se ainda em esculturas de televisores recobertas com fita isolante. A luz emana das telas apenas através de frestas recortadas pelo artista, ora apresentando a animação de um feixe vermelho cruzando a superfície (presente em TV Totem), ora o chiado visual do aparelho fora do ar (em TV Fiapos).  Xerox, radiadores e televisores ativam a memória de um passado tão recente como obsoleto e ganham nova vida a partir de gestos simples e precisos.

Cristiano Lenhardt é de Itaara (RS, 1975), e atualmente vive e trabalha no Recife (PE). Entre suas principais exposições, destaca-se sua participação na mostra Cruzamentos: Contemporary Art in Brazil (Wexner Center for the Arts, Ohio, USA, 2014), no programa Rumos (Itaú Cultural, São Paulo, 2012) e na 7a. Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2009).

Imagens

Publicação relacionada