Valeska Soares

After

4 Ago – 1 Set 2007


Galeria Fortes Vilaça

A Galeria Fortes Vilaça tem o prazer de apresentar a exposição After de Valeska Soares. Provocando múltiplas interpretações nos espectadores, as nove obras expostas na galeria trazem referências a três temas centrais – o tempo, a História da Arte e as manifestações do amor.

As obras Love Stories, For To e La Dedicace, evidenciam um traço marcante na obra da artista: a relação com a literatura, a memória e a subjetividade. Love Stories, um projeto editorial em desenvolvimento, é uma coleção de livros que contêm a palavra amor em seus títulos. Valeska reproduz os títulos originais (em cinco línguas distintas) e os nomes dos autores nas lombadas dos livros, enquanto as páginas permanecem em branco. Um conjunto desses títulos – 125 deles encontram-se expostos – termina por formar um meta-texto sobre o amor. Esta é também uma obra aberta, onde o espectador pode criar suas próprias ficções amorosas.

For To é uma colagem feita diretamente sobre a parede com centenas de páginas – levemente sobrepostas – arrancadas de antigos livros garimpados em sebos, no Brasil e no exterior. A página escolhida de cada livro é a que traz a dedicatória do autor, a “alma do livro”, revelando desde a mais explícita declaração de amor até os tributos mais curiosos e formais. A definição de dedicatória, descrita por Roland Barthes em um dos ensaios de sua obra Fragmentos de um Discurso Amoroso, é o ponto de partida da obra La Dedicace, em que a artista literalmente desconstrói o discurso do filósofo. Todos os caracteres (letras e sinais de pontuação) do texto La Dedicace são reproduzidos em porcelana branca e empilhados sobre o chão. A obra empresta a forma escultórica ao sentido do texto como em um anagrama de mais de 8 mil peças. Esta obra integra uma série de trabalhos onde a artista “reescreve” sua literatura particular, seja através da “publicação” física dos textos ou da catalogação de bibliografias.

Doze fotografias semelhantes do céu impressas sobre tela formam a obra After Images. As fotos, feitas pela artista do jardim de sua casa no Brooklyn – NY, fazem referência direta às pinturas românticas do século XVIII, manifestando a idéia do sublime, e da passagem do tempo. Igualmente carregadas de referências à História da Arte, quatro esculturas em mármore – três travesseiros e um colchão de solteiro – trazem marcas e dobras fielmente esculpidas, evocando a recente presença de alguém.

Soares utiliza elementos simbólicos para criar labirintos de subjetividade que o espectador percorre descobrindo e criando ficções. A artista reside em Nova York desde 1992; participou das Bienais de Istambul e de Taipei (2006), além da 51ª Bienal de Veneza (2005); suas obras figuram em coleções de importantes museus internacionais, como Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Washington D.C., e Tate Modern, Londres.
 

Imagens