Sergej Jensen

10 Nov – 21 Dez 2012


Galeria Fortes Vilaça


Download

Press Release

Em sua segunda exposição na Galeria Fortes Vilaça, o artista dinamarquês Sergej Jensen apresenta uma série de trabalhos inéditos. Essas novas obras confirmam o interesse do artista por uma prática de pintura que subverte a técnica tradicional ao sublinhar uma atenção especial aos próprios tecidos usados como suporte à pintura.

Reconhecido principalmente por seus trabalhos têxteis, Jensen incorpora ao vocabulário tradicional da tela e do linho uma variedade de materiais como estopa, seda e lã. Muitas vezes a tela utilizada vem do reaproveitamento de pedaços de trabalhos anteriores ou pedaços de tecidos encontrados que são costurados e então esticados sobre chassis. Suas composições de natureza minimalista tem ênfase num estudo de superfícies onde tramas, torções, manchas e costuras são acontecimentos silenciosos mas de importância fundamental.

Se por muito tempo a tinta foi renegada pelo artista, nestes últimos trabalhos ela volta à tela mas de maneira oblíqua, penetrando sua superfície por trás. Como elementos que brotam de forma quase incontrolável, manchas abstratas de tinta sugerem paisagens, mapas ou fungos num flerte com a figuração. Suas superfícies frágeis e gestos langorosos propõem divagações críticas sobre questões modernistas desgastadas como, por exemplo, a natureza da abstração ou do monocromo.

Sergej Jensen nasceu na Dinamarca em 1973, e vive entre Berlin e Nova York. Já participou de inúmeras exposições coletivas internacionais como: Annette Kelm, Sergej Jensen, Wolfgang Breuer – Kunstwerke Berlin (2009), ‘Of Mice and Men’, Berlin Biennial (2006), ‘Momentum Nordice Festival of Contemporary Art’, Moss (2006) and the São Paulo Biennial (2004). Exposições individuais incluem: Portikus, Frankfurt am Main and the Aspen Art Museum, Aspen (2010), Malmö Konsthall, Malmö (2008), Pinakothek Der Moderne (with Henrik Olesen), Munich (2008), ‘Schmoll’, Kunsthalle Bergen, Norway (2008) Malmö Konsthall, Sweden (2008), ‘Nomadic bags and bag faces’ The Douglas Hyde Gallery, Dublin (2007), Kunstverein Bremerhaven, Germany (2004) and Kunstverein Braunschweig (with Stefan Müller) Germany (2003), entre outras

Imagens