Janaina Tschäpe

30 Mai – 11 Jul 2009


Galpão Fortes Vilaça

A Fortes Vilaça tem o prazer de anunciar a terceira exposição individual de Janaina Tschäpe, desta vez, no Galpão. Tschäpe traz para o Brasil destaques de sua produção mais recente, entre pinturas, aquarelas, desenhos, fotografias da série Botanica e um vídeo da série Eclipse, todos inéditos.

Na gigantesca tela Wilt – com seis metros de extensão e três de altura – e nas grandes aquarelas, Tschäpe flerta com a abstração e a paisagem. As formas, cheias de dobras e reentrâncias, se expandem em traçados orgânicos, revelando um equilíbrio preciso entre a gestualidade e o detalhe. A artista cria ambientes molhados, que se assemelham a lugares chuvosos, como “névoa na floresta”. Seguindo uma paleta de tons roxos, verdes, rosas e azuis, as obras parecem cenas de uma mesmo local, em diferentes fases do dia.

A paisagem é um tema abordado em todas as obras da exposição: de forma mais distanciada nas pinturas e aquarelas e de maneira mais intimista – como pequenos “close-ups” – nos desenhos e nas fotografias. Os desenhos de lápis de cor são feitos com traçado leve e convidam o espectador a se aproximar, para que este possa perceber seus mínimos detalhes e delicadas relações cromáticas.

Tschäpe aponta que, na pintura, tem “a liberdade para prolongar as formas para onde desejar e com a fotografia, tenta repetir essa experiência”. Nas fotografias da série Botanica, a artista utiliza cenários naturais reais e neles acrescenta detalhes inventados: uma flora inspirada em espécies de plantas e flores reais, mas feita com coloridas massas de modelar e plástico. Com cores vibrantes, estas pequenas mentiras se assemelham a frutos e vegetais verdadeiros, mas despertam estranheza e curiosidade, pois a primeira vista, não é óbvio o que é real e o que é inventado na paisagem.

Até dia 12 de julho, uma retrospectiva do trabalho de Tschäpe – mais calcada em fotografias e vídeos – pode ser vista na Galeria de Arte Laura Alvin no Rio de Janeiro. Ainda em 2009, a artista participa da Trienal do Centro Internacional de Fotografia, Nova York, e realiza uma mostra individual no Museu de Arte Kasama Nichido no Japão. Em 2008, a artista teve uma grande exposição individual no IMMA – Irish Museum of Modern Art em Dublin.

Imagens