Efrain Almeida

29 Out – 4 Dez 2004


Galeria Fortes Vilaça

A Galeria Fortes Vilaça tem o prazer de apresentar o novo trabalho de Efrain Almeida. O artista apresenta, na galeria 2, sete esculturas em madeira que retratam um grupo de cisnes em revoada. Cada um dos cisnes, que Almeida esculpe manualmente, aparece em posições diferentes de vôo, ora com as asas bem abertas, ora com as asas retraídas.

Carregada de um sentido lírico, a obra de Efrain Almeida propõe de forma sutil e silenciosa, questões relacionadas ao corpo, a sexualidade e a religião. Almeida utiliza com freqüência imagens da natureza, do universo mitológico e religioso e da cultura popular, seguindo uma estratégia que alia à técnica do artesanato questões formais da arte contemporânea – principalmente em relação ao uso do espaço expositivo.

A escolha dos cisnes como assunto destas novas esculturas partiu de um interesse do artista pelo universo fantasioso das fábulas. Ao encontrar uma edição antiga de "Os Cisnes Selvagens" do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, o artista iniciou uma pesquisa sobre o significado simbólico destes animais. Na mitologia grega, os cisnes simbolizam erotismo, por serem as únicas aves que tem o falo exterior. Essas aves também estão associadas à figura do artista, por sua timidez e mistério. Esta trilha de metáforas e associações é o principal interesse do artista que busca resgatar a partir de uma imagem simples – a revoada dos cisnes – o maior número de leituras possíveis por parte do espectador. Neste sentido, Almeida busca relacionar-se com um repertório íntimo de cada um.

Efrain Almeida participou nos últimos anos de inúmeras exposições individuais e coletivas em museus e galerias do Brasil, Estados Unidos e Europa.

Imagens