Hiroshi Sugito

29 Out – 12 Dez 2004


Galeria Fortes Vilaça

A Galeria Fortes Vilaça têm o prazer de apresentar novos trabalhos de Hiroshi Sugito. Sugito faz parte de uma geração de artistas – como Yoshitomo Nara e Takashi Murakami – que despertaram o interesse internacional pela produção contemporânea japonesa nos anos 90. Enquanto seus dois colegas estão diretamente ligados ao mangá (personagens do desenho animado contemporâneo) Sugito volta-se para a tradição da pintura japonesa como inspiração principal para sua pintura. Esta é a segunda exposição individual do artista em São Paulo.

Hiroshi Sugito constrói paisagens, cenários e criaturas oníricas, que retratam memórias e fantasias da infância a partir de um olhar e de uma sofisticação adulta. Sua linguagem flutua entre a representação figurativa e geométrica composição, em tons evanescentes, transparências e sobreposições.

Sketch for the spider, uma das pinturas em exposição mostra duas crianças numa pose de retrato. Ao modo de uma perspectiva infantil simplificada, os planos se sobrepõem e se confundem. As duas figuras aparecem à mesa, ou atrás de um balcão, como se fossem bonecos num teatro de marionetes, seus rostos são apenas sugeridos por pontos esfumaçados escuros onde seriam os olhos, e rosados nas bochechas. No fundo uma estampa de tons escuros sugere uma cortina, reforçando a idéia de teatralidade, recorrente na obra do artista.

Sugito articula de um modo pessoal referências à pintura ocidental – como a de Robert Ryman e Agnes Martin – e ao estilo tradicional japonês Nihonga. O estilo Nihonga se desenvolveu como um resultado da introdução da estética ocidental no Japão na segunda metade do século 19. A pintura de Sugito, como a dos artistas Nihonga, incorpora e sintetiza os modos e tradições de várias escolas da pintura japonesa tradicional, assimilando também técnicas da pintura figurativa ocidental como perspectiva e sombra. Sugito estudou o estilo Nihonga juntamente com Yoshitomo Nara, com quem trabalha atualmente em parceria. Nara e Sugito abrem uma exposição de pinturas colaborativas na Pinakothek der Moderne – Kunst München, em Munique no mês de novembro.

Desde os anos noventa, Hiroshi sugito expõe regularmente em museus e galerias do Japão, Europa e Estados Unidos. O artista foi incluído na aclamada exposição, Painting at the Edge of The World, com Curadoria de Douglas Fogle para o Walker Art Center, Mineápolis, E.U.A, em 2001.

Imagens