Hiroshi Sugito

Triple Mountain

10 Mai – 7 Jun 2008


Galeria Fortes Vilaça

A Galeria Fortes Vilaça tem o prazer de apresentar Triple Mountain, exposição do pintor japonês Hiroshi Sugito. Em sua terceira individual no Brasil, o artista mostra  pinturas inéditas que flertam com a abstração e a figuração.

Sugito se afasta do excesso de imagens característico dos pintores japoneses de sua geração – como Murakami e Mr. – apresentando uma produção sofisticada que se caracteriza por cores suaves, transparências e sobreposições. A tradicional pintura japonesa é forte influência em sua obra, na qual elementos do estilo Nihon-ga estão presentes. Desenvolvido no século XIX como uma forma de assimilação japonesa às influências pictóricas ocidentais, o Nihon-ga se assemelha à têmpera, em sua textura e densidade das cores.

Com uma paleta predominantemente pastel, pontuada de cores fluorescentes, Hiroshi Sugito trabalha com poucos elementos de forma simples, quase sempre criando um jogo de proporções improváveis. Seu repertório inclui paisagens e ambientes que mesclam interior e exterior de forma onírica. Em Rain Clouds, três nuvens aparecem num espaço contido entre duas cortinas. Em The Split, raios de luz se refletem em dois espelhos em perfeita simetria. Na tela Three Trees, três formas triangulares desenham copas de pinheiros; sobre um fundo cinza atmosférico, destacam-se os vários tons verdes de suas folhas. As pinceladas evidentes e a tinta em excesso relevam a materialidade da pintura.

Hiroshi Sugito nasceu em Nagoya em 1970, onde vive e trabalha. Junto à Yoshitomo Nara e Takashi Murakami, pertence à geração de artistas que despertou o interesse da crítica internacional pela produção japonesa nos anos 1990. Desde então, o artista expõe regularmente em instituições e galerias japonesas, européias e norte-americanas. Em 2001, participou da importante mostra Painting at the Edge of the World, no Walker Art Center, Mineápolis, EUA e em 2003, esteve na 8ª Bienal de Istambul.

Imagens